Comentários recentes

Votação

Em que estado comprou a sua moto?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Os 10 acessórios que todos os motards devem ter

Ser motard não implica apenas possuir uma moto. Os motards necessitam de uma diversidade de artigos que lhes possibilitem conduzir as motos de forma segura e confortável. A seguir vamos conhecer os 10 acessórios que todos os motards devem ter.

1. Capacete

O uso do capacete, além de ser obrigatório por lei, garante uma maior proteção ao motard em caso de acidente, protegendo a frágil zona da cabeça, nuca e pescoço da violência dos embates. Além disso o capacete torna as viagens mais confortáveis, mantendo o rosto do motard a salvo da chuva, vento e frio.
Existe uma quase infinidade de diferentes tipos, marcas, cores e formatos de capacetes para motos. Um bom capacete para moto pode atingir custos muito elevados, mas também é possível encontrarem-se capacetes eficazes a preços muito razoáveis. Dos diferentes tipos de capacetes salientam-se os seguintes:

Capacetes Integrais

São indicados para todo o tipo de viagens e regra geral são extremamente confortáveis. Feitos em materiais que privilegiam a leveza e a resistência, quase todos os capacetes integrais possuem estrutura anatómica, viseira com sistema de tranca, forro transpirável, amovível e lavável (alguns forros possuem mesmo tratamento anti-bactérias), entradas para o ar e extrator de ar, proteção para o queixo e narigueira.

Capacetes Abertos

A escolha deste capacete é feita por quem conduz scooters e outras motos de cilindrada mais baixa. Possuem entradas de ar frontais, forro lavável e amovível, viseira, fechos rápidos e simples. Alguns capacetes abertos estão equipados com óculos escuros incorporados para facilitar a condução em condições adversas de luminosidade.

Capacetes Off Road

São próprios para quem gosta de todo-o-terreno, mas também se adequam a viagens em estrada. Conhecidos por capacetes de cross ou enduro, são equipados na sua quase generalidade com forro lavável e amovível, viseira transparente e pesam à volta de 1,5 kg

2. Luvas

Depois do capacete, as luvas são provavelmente um dos acessórios indispensáveis para um motard. As luvas protegem as mãos e os pulsos do frio intenso, da deslocação do vento e da chuva. Sem luvas seria praticamente impossível conduzir uma moto, principalmente nos frios dias de inverno. Podendo ser feitas de diversos materiais e feitios, as luvas dos motards dividem-se em dois grandes grupos: Luvas internas térmicas, e luvas impermeáveis.

Luvas Internas Térmicas

São as luvas que se calçam por baixo de outras luvas maiores. Aderem totalmente à pele e são leves e flexíveis. Por norma são também térmicas e respiráveis. Quase sempre feitas em Polyester são muito eficazes contra as agressões do vento.

Luvas Impermeáveis e Respiráveis

São as luvas características dos motards. Calçam-se diretamente sobre a pele, ou por cima de luvas internas. Apresentam forro térmico, cano curto ou ligeiramente mais alto, ajustam quase sempre por feltro no pulso e são equipadas com reforços nas costas e palmas da mão para maior proteção do utilizador.

3. Vestuário Térmico

Uma das grandes necessidades dos motards é a proteção contra o frio e o vento. Quando se conduz uma moto, ainda que a velocidades relativamente baixas, o frio e o vento são dois dos principais inimigos. Por isso é muito importante que a escolha do vestuário seja a mais acertada, e sempre que possível dentro do material próprio para a atividade de andar de moto.
Peças de vestuário térmicas como os casacos, blusões, camisolas, calças, joelheiras, cintas reforçadas, meias entre outros são alguns dos exemplos de vestuário a que um motard deve recorrer.
Algumas destas peças, como é o caso das camisolas, cintas e joelheiras podem ser usadas por baixo de outras roupas, aderindo diretamente à pele e mantendo a temperatura do corpo em índices recomendáveis. A licra, pelas suas características antitranspirantes e aderentes costuma ser um dos materiais mais utilizados na confeção deste tipo de vestuário, bem como o algodão escovado. As golas das camisolas são quase sempre altas e as costuras contrastadas.

4. Vestuário Impermeável

Não é só do vento e do frio que os motards necessitam de se proteger, também a chuva constitui um enorme obstáculo à condução de motos. Outro dos artigos indispensáveis aos motards são as peças de vestuário impermeáveis. Ao contrário do vestuário térmico, a roupa impermeável destina-se a permanecer no exterior do corpo e por cima de todas a vestimenta envergada.
Casacos e calças separados, ou fatos completos tipo macacão, protetores de botas e de luvas, e gabardines são alguns dos exemplos mais frequentes de vestuário impermeável adotado pelos motards.
Neste tipo de vestuário importam os materiais impermeáveis à água, as costuras vulcanizadas, os ajustes simples e rápidos por meio de velcros nos pulsos e tornozelos e elásticos na cintura. A leveza e a facilidade de vestir e despir são essenciais nas roupas impermeáveis.
Em dias ou noites de chuva existe a necessidade de o motard se tornar visível aos outros utentes das estradas, por isso também a cor da vestimenta impermeável é importante, devendo ser amarela e com bandas refletoras estrategicamente aplicadas.

5. Botas

Embora muitos motards optem por calçar sapatos e ténis comuns, a verdade é que as botas fazem parte dos acessórios característicos de quem anda de moto.
As botas devem variar consoante se trata de verão ou de inverno, podem apresentar vários tamanhos de cano e existem diversos materiais de que são feitas. A camurça e a pele figuram entre dois dos materiais de excelência para botas de motard, a borracha na zona das solas e os atacadores pretos ou vermelhos são as características mais comuns neste tipo de calçado.
Fechos com laços e/ou velcros, componentes refletores, palmilhas impermeáveis e respiráveis, proteções no tornozelo e na biqueira fazem parte dos atributos que uma boas botas de motard devem ter para garantir o conforto e a segurança durante a condução.

6. Colete Refletor

Os coletes refletores podem salvar a vida de um motard, tornando-o visível no escuro e assegurando que a sua presença é devidamente assinalada na estrada. A presença de um colete que reflita a luz dos demais veículos é obrigatória e deve fazer parte do arsenal de todos os motards, não importa a cilindrada da moto que conduzam, e independentemente das condições atmosféricas.
Principalmente de noite, ou em dias de menor luminosidade, o colete refletor em cor amarela, verde ou laranja é crucial.

7. Mochilas, Alforges, entre outros

Ao contrário dos automóveis, as motos não oferecem espaço para arrumações ou transporte de artigos Por isso quase todos os motards se fazem acompanhar de algo que lhes possibilite, em caso de necessidade, transportar consigo alguns bens e pertences.
São disso exemplo as mochilas, os alforges, sacos de depósito, sacos traseiros, bolsas diversas e os top cases. Alguns destes equipamentos são afixados nas motos lateralmente, ou na traseira, devendo sempre ter-se especial atenção à forma como se fixam os materiais para que não caiam durante a viagem podendo originar acidentes na estrada. É possível personalizar a forma como se transporta a bagagem, e no mercado está disponível uma quase infinidade de preços e opções.

8. Películas Antiembaciamento

Apesar de os capacetes apresentarem viseiras, ainda assim a visão do motard pode ficar bastante comprometida devido a salpicos de lama, chuva, areias, ou simplesmente por causa da poeira na estrada.
Por isso existe a necessidade de um outro acessório indispensável que é a película antiembaciamento. Estas películas colam-se no exterior das viseiras dos capacetes e são feitas em material autocolante, sendo de fácil remoção e substituição por outra igual, a cada vez que se sujam em demasia. Além de garantirem a boa qualidade da visão do condutor, as películas antiembaciamento são muitas vezes feitas de forma a escurecer rapidamente quando expostas à luz, sendo fortes aliadas da condução diurna ou noturna.

9. Cadeados

Os cadeados são outros dos artigos que todos os motards precisam de ter. Os cadeados garantem a segurança da moto quando estacionada, impedindo e dissuadindo furtos.
Uma boa corrente com um cadeado eficaz representa uma barreira quase intransponível entre a moto e o ladrão, permitindo assim ao motard uma maior tranquilidade de espírito. Existem cadeados e correntes para imobilizar a moto em postes próprios de arrumação ou simples gradeamentos, e existem também cadeados para prender o capacete à moto. De uma maneira geral todas as formas que possam oferecer uma maior segurança e inviolabilidade à moto são bem-vindas.

10. Tacos para remendos

Os pneus também se furam e se deterioram nas deslocações de moto. Os motards precisam de ter consigo tacos para remendo de pneus que lhes permitam na hora dar solução ao problema de um furo ocasional, ou de um rasgão no pneu. Estes tacos costumam ser comprados em kits próprios para emergências, existindo diversos preços consoante a quantidade e a qualidade de cada kit.

Existem muitos mais acessórios para motos, dependendo do gosto e da disponibilidade financeira de cada motard. Desde os clássicos blusões de cabedal, aos famosos óculos espelhados, passando pelos emblemas e crachás, tudo é possível quando se anda de moto. Importante é não descurar a segurança e o conforto, pois as motos além de serem uma paixão são também um meio de transporte fácil, rápido e muito procurado hoje em dia. Há que aliar em iguais doses a beleza, a eficácia e a segurança, para que as viagens decorram sempre da melhor forma possível.