Comentários recentes

Votação

Em que estado comprou a sua moto?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

A Honda CB & CBF

A Honda tem várias séries de produção e duas das mais importantes dizem respeito às séries CB & CBF. Conheça a Honda CB & CBF e saiba o porquê destas séries serem acompanhadas e apreciadas por várias gerações de motociclistas.

A série CB da Honda

A série CB da Honda representa uma das linhas de produção mais extensíveis da marca japonesa e é nela que se encontram os modelos pioneiros da marca. A maioria dos modelos são vendidos como motos de turismo e/ou citadinas, daí a sigla CB, que significa moto de cidade (City Bike).

Todas as motos da série CB têm a particularidade de apresentarem motores em linha e, ao longo dos anos, evidenciaram-se vários modelos, como por exemplo: Honda CB 50, CB125, CB 175 Super Sport, CB 250 RS, CB 400 N, CB500 DOHC Twin, CB 600 F Hornet, CB750 F, CB 1300 F, CBX Super Sport, entre outras.

A Honda CB750 F

 

A CB 750 F é uma moto que foi escolhida para ilustrar o sucesso que a série CB da Honda teve no campo do motociclismo mundial. Trata-se de uma moto que foi construída em diversos modelos entre os anos de 1969 a 2003 e em 2007 e teve um papel preponderante na história da Honda. A CB 750 F foi pioneira na introdução dos motores em linha e a sua construção estabeleceu novos padrões de configuração de todas as motos desportivas, tanto para a Honda como para outras marcas.

As características principais da CB 750 F

A CBF 750 F tem características muito peculiares que a diferenciam das demais. São elas:

  • Apresenta um motor de 4 cilindros em linha em SOHC (os modelos de 1969 a 1978) e DOHC (1979-2003, 2007), 4 tempos e 16 válvulas e a potência máxima de 67 cv às 8000 rpm e torque máximo de 6,1 kgm às 7.000 rpm;
  • Ostenta 2,200 m de comprimento, 0,890 m de largura, 1,100 m de altura e um peso total de 223 kg, o que a transforma numa moto de médias dimensões na estrada;
  • A suspensão frontal é constituída por garfos telescópicos. Por outro lado, a suspensão traseira tem um braço oscilante com duas unidades de mola/amortecedor, o que proporciona uma viagem confortável;
  • Na dianteira, oferece um sistema de travões de disco duplo e na retaguarda, destaca-se a travagem de disco único;
  • Os quatro escapes que a CBF 750 F apresentava emitiam um som que muitos consideravam ser inesquecível e o seu comportamento dinâmico foi uma referência no seu tempo.

A série CBF da Honda

Os modelos da série CBF da Honda são motos que apresentam um design tradicional e foram projetadas para conquistar vários nichos de mercado no motociclismo. Geralmente, estas motos encontram-se no continente europeu e oferecem vários exemplares com cilindradas diferentes. Na série CBF da Honda, podem-se encontrar modelos como a Honda CBF 125, CBF 250, CBF 500, CBF 600N, CBF 600S e CBF 1000. De acordo com os responsáveis da marca nipónica, a sigla CBF tem um significado específico, isto é: Barato de manter (Cheap to keep); Construída para durar (Built to last) e Divertida para correr (Fun to run). Este representa o ideário de todos os modelos desta linha de produção.

A Honda CBF 125

A Honda CBF 125 foi desenvolvida especialmente para satisfazer as necessidades dos motociclistas do mercado europeu. Trata-se de um tipo de moto que foi desenvolvida com base na CBR 125 e é muito acessível, divertida, fácil de utilizar e de manter.

Nas cilindradas mais baixas, é prática comum das marcas oferecerem modelos mais acessíveis com o intuito de despertar a paixão de todos os iniciantes. Mais tarde, com a prática e com o prazer da condução, esses iniciantes são conduzidos à compra de uma moto de cilindrada superior. No entanto, a Honda adotou uma estratégia comercial totalmente contrária e a CBF 125 é disso o exemplo máximo. É uma moto que qualquer rider (iniciante ou experiente) quererá manter durante muitos anos e isso distingue-a das demais.

As principais características da Honda CBF 125

A Honda CBF 125 é o tipo de moto que reflete com exatidão todos os valores da marca e apresenta características únicas que são inconfundíveis, como por exemplo:

  • Apresenta um motor monocilíndrico em linha SOHC, quatro tempos refrigerado a ar e é alimentado por um sistema de injeção eletrónica multiponto PGM-FI;
  • Tem um propulsor de 124,7 cm3 com uma potência máxima de 11,28 cv às 8000 rpm e torque máximo de 1,14 kgm às 6 250 rpm;
  • Apresenta 1,955 m de comprimento, 0,760 m de largura, 1,110 m de altura e um peso total de 128 kg, o que a transforma numa das motos mais leves que está em circulação na estrada;
  • A CBF 125 consegue fazer 600 km com um depósito, e o nível de emissões de gases está conforme a norma Euro3, o que, em conjunto com a caixa de 5 velocidades, garante uma facilidade de condução acima da média;
  • Na suspensão frontal está instalada uma forquilha telescópica com bainhas de 30 mm e atrás foram montados dois amortecedores convencionais, ajustáveis em pré-carga;
  • Na travagem, a CBF 125 utiliza à frente um disco de 240 mm, enquanto que atrás está montado um tambor de 130 mm.