Comentários recentes

Votação

Em que estado comprou a sua moto?
Novo
37%
Semi-novo
27%
Usado
32%
Vintage
4%
Votos totais: 285

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

A moto Kawasaki ZXR750 & ZX9R & ZX12R

Nos finais da década de 80, deu-se o advento das motos superdesportivas e um dos construtores que mais se destacou foi a Kawasaki. Conheça os modelos ZXR750, ZX9R e ZX12R da Kawasaki e compreenda o porquê destas motos terem milhares de apreciadores em toda a parte.

A Kawasaki ZXR750

A Kawasaki ZXR750 foi uma das motos mais conhecidas da Kawasaki e apreciadas por motociclistas em todo o mundo. A sua produção começou no ano de 1989 e distinguiu-se pelo seu visual arrojado, potência e tecnologia progressiva. A sua mistura de cores (azul, verde, vermelho, preto, branco) e entradas de ar contribuíram para que este modelo fosse um ícone do motociclismo mundial, pois ficou gravado para sempre na memória de todos os riders.

É um tipo de moto que marcou várias gerações, uma vez que foi desenhada para vencer corridas em pistas de competição, mas também para ser utilizada como um meio prático de transporte. A sua velocidade máxima era de 245 km/h e, na altura, era muito elevada.

Os primeiros modelos, nomeadamente a ZXR750 H1 e 2 foram desenvolvidos em 1989 e 1990 e trouxeram consigo prestações muito altas para as motos de 750 cm3. Seguiram-se outros exemplares como a ZXR750 J1 e J2 (1991/1992), ZXR750 k1 e K2 (1991/1992), ZXR750 L1, L2 e L3 (1993 a 1995) e ZXR750 M1 e M2 (1993/1994) que cimentaram a posição da Kawasaki no segmento das motos desportivas.

A Kawasaki ZX9R

A Kawasaki ZX9R é uma moto superdesportiva que começou a ser comercializada em 1994 e teve como antecessora a Kawasaki Ninja GPZ900R, a pioneira das motos desportivas da marca japonesa. Ela foi lançada como resposta à introdução da CBR900RR Fireblade da Honda e veio desafiar o poderio e eficácia desta na estrada e nas pistas de competição. A Kawasaki ZX9R apresentava um estilo radical muito próprio e era a ideal para todos os riders que gostavam de realizar longos passeios de aventura e/ou participar em circuitos de alta competição.

Ao longo dos anos, foram efetuadas várias alterações e melhorias ao modelo original, que ficou conhecido nas versões seguintes: ZX900 (1994); ZX900B3 (1996); ZX900B4 (1997); ZX900C1 (1998); ZXC2 (1999); ZX900E1 (2000); ZX900E2 (2001); ZX900F1 (2002) e ZX900F2 (2003).

Contudo, é de realçar que antes do advento das superdesportivas, as motos japonesas de média e alta cilindrada já se encontravam a dominar o mercado motociclístico e a cativar um maior número de simpatizantes. De um lado, encontravam-se as motos desportivas de 750 cm3 influenciadas pelas corridas de Enduro e pelo Campeonato Mundial de Superbike. Do outro lado, as turísticas desportivas de 1000 cm3 mostravam todo o poder que as motos de altas cilindradas detinham. A Kawasaki ZX9R é uma mistura de ambas, pois tem o poder das turísticas desportivas (899 cm3) e a agilidade das 750 cm3.

A Ninja ZX9R é um dos modelos de maior sucesso da marca japonesa, que terminou a sua produção em 2003 para dar lugar à melhorada e atualizada Kawasaki ZX10R.

A Kawasaki ZX12R

O modelo ZX12R corresponde a um tipo de moto superdesportivo da Kawasaki. A sua produção começou a ser realizada no ano de 2000 e espelhava uma outra competição à parte: a dos construtores de motos. Todas as marcas procuravam ter uma participação ativa no mercado e tentavam produzir a melhor máquina de todos os tempos, isto é, aquela que fosse mais potente, leve e fácil de ser manuseada. Nesse sentido, surgiu a Kawasaki ZX12R, com o objetivo de destronar a Hayabusa da Suzuki que atingia cerca de 304 km/h. A ZX12R era uma moto com 1199 cm3, leve e compacta e não só ultrapassou a barreira dos 320 km/h (um verdadeiro míssil) como apresentava qualidades desportivas bastante acentuadas.

Em 2002, a Kawasaki viu-se obrigada a lançar uma nova ZX12R devido às restrições impostas pelos países europeus em restringir a velocidade das motos de alta cilindrada, limitando assim a sua potência e velocidade.

No ano de 2006, terminou a produção da ZX12R que foi um dos modelos mais emblemáticos da Kawasaki e do desporto motociclístico mundial e começou a comercialização da sua sucessora, a mais confortável Kawasaki Ninja ZX14.

As principais características da Kawasaki ZX12R

A Kawasaki ZX12R foi um dos modelos mais conceituados da marca japonesa e isso deve-se à peculiaridade das suas características. Evidenciam-se as seguintes:

  • Apresenta um motor com uma cilindrada de 1199 cm3, de 4 cilindros em linha DOHC e 16 válvulas. É um motor de quatro tempos com refrigeração líquida, lubrificação forçada e cárter húmido. Tem uma potência máxima de 131Kw/10500rpm e um torque máximo de 134Nm/10200rpm;
  • O sistema eletrónico tem ignição digital, sendo que o arranque é elétrico e o sistema de injeção de combustível EFI;
  • O tipo de transmissão é de 6 velocidades, o diferencial traseiro utilizado é o de corrente selada e a embraiagem é multidisco e manual;
  • A suspensão frontal apresenta uma forquilha telescópica hidráulica, com bainhas de 43 mm e 12 mudanças de pré carga ajustáveis. Por outro lado, à retaguarda, apresenta um sistema UNI-TRAK com um sistema de amortecimento único em 20 mudanças de compressão ajustável e altura do passeio ajustável;
  • Na travagem, a ZX12R utiliza, à frente, discos duplos de 320 mm com 6 pinças de pistão duplo e, na traseira, discos de 230 mm com 4 pinças de um pistão;
  • Trata-se de uma moto desportiva que tem um peso total de 213 kg, 2080 mm de comprimento, 725 mm de largura, 1185 mm de altura e uma capacidade do depósito de combustível de 24 litros.