Comentários recentes

Votação

Em que estado comprou a sua moto?
Novo
37%
Semi-novo
27%
Usado
32%
Vintage
4%
Votos totais: 285

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Qual a primeira moto que deve comprar

A compra da primeira moto é um acontecimento que é sempre vivido com muita ansiedade e expectativa por parte de um motociclista. Saiba qual a primeira moto que deve comprar e conheça todos os aspetos que determinam essa compra. Aproveite também para ver algumas das hipóteses mais indicadas que se encontram presentes no mercado atual.

A compra da primeira moto deve ser cuidadosamente estudada e todos os pormenores devem ser minuciosamente observados para que mais tarde não se venha a arrepender da decisão que tomou. Nesse sentido, saiba que existem alguns aspetos a considerar antes de realizar essa grande compra. São eles:

Não menospreze as suas capacidades

Um erro que é muito frequente nos motociclistas mais novos é a compra de uma moto com um desempenho muito maior do que aquele que eles conseguem lidar. Deve afastar-se das motos que atingem velocidades muito elevadas, como por exemplo as que têm um motor de 600 cm3 ou mais, pois estas destinam-se aos riders mais experientes. Ao aprender a andar numa moto mais lenta, conseguirá dominar todas as situações de condução e isso permitir-lhe-á ser um rider mais completo. Só depois de aperfeiçoar as suas habilidades e ganhar alguma experiência é que estará pronto a atualizar a sua moto para uma mais potente e veloz.

Considere as suas necessidades

Vai adquirir uma moto para enfrentar o trânsito existente nas grandes cidades? Para realizar viagens de longa distância? Para uma utilização mais radical? Para uma utilização desportiva? Saiba que existem vários motivos que o levam à aquisição de uma moto, assim como existem vários tipos de motos que tentam responder às suas expectativas principais. Conheça todos os tipos de motos existentes no mercado e vá ao encontro daquela que mais se adequa às suas necessidades.

Conheça as suas opções

Nos últimos anos, a moto tem ficado cada vez mais especializada e com a proliferação dos diferentes tipos de motos, um motociclista tem à sua disposição um leque variado de hipóteses de escolha, o que dificulta muito a sua decisão. Dessa forma, de modo a conhecer todas as suas opções, deve interagir com várias motos, dado que isso vai aproximá-lo dos modelos que mais gosta e separá-lo dos que gosta menos. Esse conhecimento e aproximação são determinantes para um motard chegar a uma conclusão e, consequentemente, a uma decisão de compra.

Escolha uma moto que se adeque ao seu corpo

As motos têm formas e tamanhos diferentes, assim como o corpo humano e é por isso que deve fazer vários testes à moto para ver se esta é a mais apropriada. Deve fazer um teste de condução para conhecer as características principais e ergonomia do veículo. Ao fazer este teste pode chegar à conclusão que afinal aquele veículo de duas rodas que tanto idolatrava poderá não ser o ideal para si e até se pode revelar muito desconfortável.

Optar entre uma moto nova ou moto usada

Existe uma série de vantagens e desvantagens associadas à compra de uma moto nova ou usada e essa escolha depende das preferências de cada um, sejam elas estéticas, afetivas ou económicas. As motos novas vêm com o conforto de uma garantia de fiabilidade, no entanto, o motociclista paga bem por essa originalidade. Por outro lado, as motos usadas são ótimas para os riders que estão a dar os seus primeiros passos e que, geralmente, têm menos cuidado e destreza em proteger algo que não está propriamente na sua melhor forma.

Considere o seu orçamento a longo prazo

Ao comprometer-se na compra de uma moto, não se esqueça de calcular todas as despesas adicionais que estão associadas à condução. Dessa forma, deve considerar os pontos seguintes:

O seguro: Antes de escolher uma moto, deve analisar várias companhias de seguros com o intuito de conseguir um bom seguro para a sua moto e que este esteja dentro do seu orçamento geral.

O equipamento de segurança: Deve estar particularmente atento ao preço de todo o equipamento de segurança necessário para andar de moto, como por exemplo: o casaco, capacete, luvas, calças, entre outros.

A manutenção: Os custos de manutenção e revisão de uma moto podem variar de acordo com a marca e tipo de moto. Contabilize sempre este valor para estar o mais prevenido possível quando a altura chegar.

Não faça uma compra imprudente

A compra da primeira moto é uma tarefa excitante, mas nunca se deixe levar pela emoção e calor do momento. Se encontrar uma moto certifique-se que vai gostar dela durante muito tempo e, no caso de ser usada, faça-se acompanhar por um mecânico qualificado para verificar em que estado é que o veículo de duas rodas se encontra. Pesquise tudo acerca do modelo que pretende adquirir e considere todos os fatores antes de realizar a sua compra.

Escolha uma moto que lhe dê prazer conduzir

Esta é uma das condições mais importantes na compra de uma moto, seja ela a primeira, segunda ou a décima moto. As pessoas não compram uma moto por obrigação, mas sim pela paixão e prazer de condução. A maioria dos riders sugere aos iniciantes que estes sejam prudentes ao adquirir uma moto. Contudo, se um motociclista encontrar um veículo de duas rodas que encaixe perfeitamente em todos os critérios lógicos de seleção e que lhe dê uma enorme satisfação de condução, isso é sinal que a escolha dele foi a mais acertada.

Algumas sugestões práticas

Se é uma pessoa que não tem uma grande experiência de condução e ainda está à procura da moto mais adequada para as suas necessidades, conheça as 10 motos mais indicadas para todos os iniciantes. São elas:

Suzuki GZ250

Suzuki GZ250

A Suzuki GZ250 é uma moto que apresenta um motor com 249 cm3 e diferencia-se pelo seu estilo, robustez e baixo custo. Todos os seus apreciadores podem adquirir este modelo por 2236 Euros/5.019 Reais.

Honda CBR250R

Honda CBR250R

A CBR250R é o último modelo da Honda para o ano de 2011. Trata-se de uma moto desportiva única que tem um custo médio de 2.982 Euros/6.694 Reais sem ABS e 3.728 Euros/8.369 Reais com ABS.

Kawasaki Ninja 250R

Kawasaki Ninja 250R

A Kawasaki Ninja 250R de 2011 distingue-se das demais pelo seu estilo encorpado e alto desempenho na estrada. Pode ser adquirida pela módica quantia de 3.000 Euros/6.734 Reais.

Suzuki TU250X

Suzuki TU250X

A Suzuki TU250X de 2011 é um modelo que tem um estilo moderno e, ao mesmo tempo, muito tradicional. Pode adquirir esta moto pelo valor aproximado de 3.000 Euros/6.734 Reais.

Yamaha V-Star 250

Yamaha V-Star 250

A Yamaha V-Star 250 de 2011 destaca-se no mercado motociclístico pela sua facilidade de condução que é uma das mais adequadas para todos os iniciantes. O seu custo comercial situa-se em 3.043 Euros/6.843 Reais.

 Yamaha XT250

Yamaha XT250

A XT250 é um dos últimos modelos da Yamaha para o ano de 2011 e destina-se a todos os iniciantes aventureiros que pretendem uma moto para uma utilização mais radical e em pisos irregulares. Pode ser adquirida por 3049 Euros/6.857 Reais.

Yamaha TW200

Yamaha TW200

A Yamaha TW200 de 2011 é uma moto que se evidencia das restantes pela sua agressividade e manutenção mínima exigida. Está disponível pela quantia de 3.236 Euros/7.277 Reais.

Honda CRF230L

Honda CRF230L

A CRF230L é o modelo da Honda que se destaca pela sua versatilidade, uma vez que tanto pode ser utilizado no asfalto, como nas trilhas mais acidentadas. O seu valor de mercado está situado em 3.719 Euros/8.363 Reais.

Suzuki Boulevard S40

Suzuki Boulevard S40

A Boulevard S40 é um dos últimos modelos da Suzuki para o ano de 2011. Na sua construção, o destaque vai por completo para a elegância das suas linhas e para o conforto que proporciona em viagem. Para quem estiver interessado neste modelo, pode adquiri-lo por 3.793 Euros/8.541 Reais.

Honda CRF230M

Honda CRF230M

A CRF230M é um modelo off-road da Honda para todos os iniciantes que procuram a liberdade e a descoberta do mundo todo-o-terreno. Pode ser adquirida pela quantia de 4.017 Euros/9.034 Reais.