Comentários recentes

Votação

Em que estado comprou a sua moto?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Como restaurar uma moto antiga

A restauração de motos antigas pode ser encarada como um hobby, uma profissão, um simples prazer ou até mesmo uma arte. Mas, para que tudo corra na perfeição, há que ter em mente, antes de mais, alguns cuidados. Deve saber de antemão que irá gastar muito tempo, precisará de pesquisar bastante e, acima de tudo, deverá ser paciente. Mas ver o resultado final – a sua obra-prima – será, sem dúvida, muito gratificante.

A restauração de motos antigas

Aquilo que inicialmente não passava de um monte de ferrugem, de peças partidas e amassadas, que alguém mais distraído mandaria para a sucata sem hesitar, transformar-se-á numa bela mota reluzente: um maravilhoso clássico. Se já decidiu dedicar-se a restaurar motos antigas, então está de parabéns! Tome nota de alguns passos essenciais para que o seu trabalho flua da melhor maneira e deite “mãos à obra”.

Como o fazer?

  • Antes de iniciar o seu trabalho de restauração, deve reunir o máximo de dados possíveis sobre a moto. Sempre que possível, identifique a marca, o país de origem, o ano de fabricação. Assim, poderá adquirir o manual de peças e esquema de montagem, o que facilitará a procura das respetivas peças e componentes;
  • Pesquise dados como mecânicos experientes, concessionários da marca, fabricantes (se existirem) e até mesmo colecionadores para que possa ter acesso à informação de qualidade que irá necessitar no projeto de recuperação da sua máquina. Não se esqueça que, para um bom resultado final, é fundamental ter a melhor informação técnica possível;
  • Verifique que peças podem ser adaptadas e quais podem ser recuperadas. Se por exemplo pistões e engrenagens podem ser adaptados por custo razoável, já um cilindro, um carburador, o motor ou a bomba de óleo serão difíceis de substituir. No entanto, poderão ser recuperados. Se faltar algum destes elementos e não encontrar peças originais à venda, experimente colocar um anúncio em publicações ou sites especializados;
  • Se não tiver um espaço fechado, como uma sala ou garagem, para trabalhar, certifique-se de que tem caixas fechadas para colocar peças e materiais para não correr o risco de perder nada que possa vir a fazer-lhe falta;
  • Coloque etiquetas nas peças desmontadas e guarde-as em locais certos para que seja depois mais fácil voltar ao puzzle de remontar a sua moto;
  • Quanto à pintura, será necessária uma atenção especial pois, antes da produção em série, a pintura era muitas vezes feita por autênticos artesãos que, cuidadosamente, pintavam à mão tanques e rodas;
  • Verifique atentamente se o que parece cromado é mesmo cromado, pois antes dos anos 20 este acabamento era geralmente niquelado;
  • Não esqueça a proteção contra a ferrugem. Depois de tanta dedicação e trabalho com a sua obra-prima, não vai querer que a humidade danifique a sua peça com este óxido. Após a reforma, preocupe-se com a manutenção da máquina;
  • Experimente recorrer a sites de venda online como o eBay para encontrar as suas peças e componentes, poderá ter resultados surpreendentes ao encontrar particularidades que parecem mais difíceis de encontrar;
  • Limpe sempre as roscas das carcaças antes de fechar o motor, assim evita rachas por pressão devido a poeiras e sujidade interna;
  • Tente, sempre que possível, ler tudo o que encontrar sobre o seu modelo, pois pode haver peças que foram adaptadas e que também lhe servirão;
  • Faça o seu orçamento e crie um plano de gastos mensal ou bimensal para aquisição de material. Evite ultrapassar o plafond para não correr o risco de ter de inviabilizar o projeto.

Quando a sua “moto velha-nova” estiver pronta, reluzente e linda, será excecional dar um passeio com ela e exibi-la aos amigos e família, mas também aos mecânicos e a todos os que ajudaram no projeto de recuperação.
Partilhar o resultado final do trabalho conseguido é sempre recompensador e, até quem sabe, pode ser motivador para que mais amigos se iniciem neste tipo de projeto de restauração de motos antigas. Mais do que apenas um hobby, a restauração de motos é uma verdadeira arte!